Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Dioceses do Porto e Braga suspendem atividades religiosas nos próximos dois fins de semana

Cidade do Porto suspendeu toda a atividade presencial, como missas, devoções populares, funerais e catequese.
Lusa 10 de Novembro de 2020 às 14:22
Rezar
Rezar FOTO: Getty Images

O arcebispo de Braga, Jorge Ortiga, decretou a proibição de missas ou outras atividades religiosas nas tardes de sábado e domingo enquanto durar o estado de emergência, sublinhando que não serão aceites exceções ou interpretações subjetivas.

Em nota pastoral publicada na página na arquidiocese, o arcebispo, Jorge Ortiga, aconselha os párocos a passarem para as manhãs de sábado as missas que normalmente são celebradas no domingo à tarde.

"Tudo deverá ser repensado a partir destas restrições que devemos cumprir, com muito custo mas com grande sentido de responsabilidade. Não podemos aceitar exceções ou interpretações subjetivas", lê-se na nota, na qual Jorge Ortiga refere que a arquidiocese irá cumprir as orientações governamentais, para não ser motivo de contágio direto ou indireto.

Para Jorge Ortiga, o confinamento é um "rude golpe" no quotidiano das comunidades da arquidiocese, pelo que aconselha a que se aproveitem os tempos das celebrações "sem medo e cumprindo escrupulosamente todas as orientações das entidades da saúde".

Também a diocese do Porto suspendeu toda a atividade presencial, como missas, devoções populares, funerais e catequese, nos próximos dois fins de semana, no período em que vigora o recolher obrigatório, a partir das 13h00, para conter a covid-19.

"Embora a liberdade religiosa não possa ser afetada, nós, Igreja diocesana, seremos os primeiros a contribuir, com o nosso comportamento responsável, para minimizar um problema que a todos aflige e está longe de ficar controlado", refere o bispo do Porto, Manuel Linda, numa nota publicada no 'site' da diocese.

O bispo católico apela aos párocos que tenham atenção os horários das celebrações "para que as pessoas possam regressar às suas moradas sem infligir o dever de recolhimento obrigatório".

"A título excecional, e desde que haja absoluta necessidade, concede-se que as habituais missas vespertinas para o cumprimento do preceito dominical possam ser antecipadas para a manhã de sábado", refere Manuel Linda, que apela também a que se tente que a catequese prevista para esses horários se desenvolva, com "a normalidade possível, por meios digitais".

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Porto Braga Jorge Ortiga Manuel Linda religião líderes religiosos covid-19
Ver comentários