Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Têxtil Dielmar com 300 trabalhadores pede insolvência devido a crise da Covid-19

"Esta crise atacou, globalmente, o que de melhor sustentava a sua atividade: o convívio social, os eventos e casamentos", sublinhou a empresa.
Lusa 2 de Agosto de 2021 às 08:36
A carregar o vídeo ...
Têxtil Dielmar com 300 trabalhadores pede insolvência devido a crise da Covid-19
A empresa de vestuário Dielmar, com sede em Alcains, Castelo Branco, e cerca de 300 trabalhadores, pediu a insolvência ao fim de 56 anos de atividade, uma decisão que a administração atribui aos efeitos da pandemia de covid-19.

Em comunicado, a administração diz que a empresa "após ter ultrapassado várias crises durante 56 anos", sucumbiu à pandemia da Covid-19, "contaminada por um conjunto de situações que foram letais".

"Esta crise atacou, globalmente, o que de melhor sustentava a sua atividade: o convívio social, os eventos e casamentos, com a elegância, o glamour da alfaiataria por medida e a personalização em que nos especializamos, e o trabalho profissional no escritório, que eram a base fundamental do negócio da Dielmar", sublinha a empresa.


Dielmar Alcains Castelo Branco economia negócios e finanças Informação sobre empresas
Ver comentários