Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Golfinhos presos na ria Formosa junto à praia de Faro

Especialistas do Zoomarine e do ICNF continuam a tentar encaminhar para o mar os dois animais.
Tiago Griff 14 de Novembro de 2021 às 09:33
Zoomarine tem estado na ria Formosa a monitorizar o caso dos golfinhos
Zoomarine tem estado na ria Formosa a monitorizar o caso dos golfinhos FOTO: Direitos Reservados
Especialistas do Zoomarine e do ICNF continuam a tentar encaminhar para o mar os dois golfinhos que entraram na ria Formosa, próximo da praia de Faro. Um dos mamíferos está desaparecido. A operação decorre há uma semana.

"O problema é que o golfinho passou a ponte de Faro, em direção à Quinta do Lago, e agora não quer passar pela ponte novamente. Estes animais não gostam de passar em sítios apertados. Poderá ser esta a razão", disse Élio Vicente, do Zoomarine, entidade que está a monitorizar a situação, juntamente com o ICNF e a Polícia Marítima.

Apesar de estar na zona da ria Formosa, este continua a ser o habitat natural do golfinho, por isso não há um perigo imediato. "É um sítio protegido das correntes e das marés e o golfinho tem estado a alimentar-se. Nesse aspeto está tudo a correr bem. Mas há o fator humano a ter em conta, como as redes de pesca e as hélices dos barcos", revela ainda Élio Vicente, que apela para que as pessoas "não se aproximem do golfinho, nem que seja só para ajudar". Este golfinho-roaz estava acompanhado por um outro golfinho, que entretanto desapareceu: ou morreu ou conseguiu descobrir o caminho de volta ao mar. "Parece pouco provável que tenha morrido, mas é uma hipótese. Acredito que tenha conseguido encontrar o caminho para o mar", admite o especialista.
especialistasanimais golfinhos ria formosa mar praia de faro presos
Ver comentários