Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Governo dos Açores diz que "mobilidade" na região condicionou vacinação contra a Covid-19

Entre 31 de dezembro de 2020 e 29 de setembro, 190 817 pessoas residentes no arquipélago tinham a vacinação completa.
Lusa 8 de Outubro de 2021 às 13:56
Vacinas Covid-19
Vacinas Covid-19 FOTO: Direitos reservados
O presidente do Governo dos Açores disse esta sexta-feira que, apesar de 81% da população estar vacinada com as duas doses contra a covid-19, este valor não é mais alto devido à "mobilidade significativa" existente na região.

"A mobilidade dos Açores, que aliás foi referenciada pelo vice-almirante Gouveia e Melo [coordenador da 'task force' nacional para a vacinação contra a covid-19, que já cessou funções], a par da Madeira e Algarve, é muito significativa, sendo possível percecionar que muitas primeiras inoculações depois não tiveram tradução na segunda. Houve muita gente que esteve presente nos Açores e, devido à mobilidade para o continente, teve aí sua segunda inoculação no quadro do Serviço Nacional de Saúde", declarou José Manuel Bolieiro.

O chefe de governo falava na sessão de cumprimentos de despedida ao coordenador regional do processo de vacinação, Pedro Monjardino, que revelou que 81% da população açoriana está com a vacinação completa.

O boletim de quinta-feira da Autoridade Regional de Saúde indicava que, entre 31 de dezembro de 2020 e 29 de setembro, foram vacinadas nos Açores 173.125 pessoas com a primeira dose (73,2%) e 190.817 com a vacinação completa (80,7%), no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

José Manuel Bolieiro, nas declarações após o encontro com Monjardino, considerou que apesar da condicionante da mobilidade, o "índice de vacinação dos Açores é muito significativo", sendo o objetivo do executivo açoriano "atingir toda a população disponível para inocular".

Bolieiro frisou que este processo "não termina com o fim de missão de Pedro Monjardino e da comissão regional de coordenação da vacinação".

"A capacidade instalada, a experiência adquirida e o saber adquirido pelo Serviço Regional de Saúde potencia um contínuo neste processo", disse.

O governante destacou que foi adquirida, "na sociedade em geral e no Serviço Regional de Saúde uma nova cultura para a importância estratégica da saúde pública", notando que a população dos Açores se "comportou de forma assinalável e positiva" face à pandemia e ao processo de vacinação.

O responsável regional do processo, Pedro Monjardino, clarificou, por seu turno, para além de "muitas pessoas não terem comparecido ao processo de vacinação", há nos Açores uma "população com uma caraterística de grande mobilidade, viajando muito".

De acordo com Pedro Monjardino, "os cálculos feitos para finais de setembro apontavam para uma taxa de vacinação de cerca de 82%, tendo por base as primeiras doses do fim do mês de setembro".

Não se atingiu essa percentagem "porque houve pessoas que não compareceram para as segundas doses", indicou.

"Acresce um terceiro elemento que acho ser importante referir: por uma questão de uniformidade do critério de cálculo a nível nacional, o Governo Regional entendeu que o universo de pessoas a ter em consideração para as taxas de vacinação era a população dos Açores constante dos últimos Censos. Como temos uma população que se vacina desde os 12 anos, as percentagens, se nós considerarmos este critério, é muito superior a 81%", disse Pedro Monjardino.

De acordo com o boletim da Autoridade de Saúde Regional de quinta-feira, os Açores tinham 158 casos ativos: 146 em São Miguel, sete na Terceira, cinco no Faial e um no Pico.

A covid-19 provocou pelo menos 4.813.581 mortes em todo o mundo, entre mais de 235,76 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários