Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Guineenses protestam em Belém contra visita de Marcelo a uma Guiné "sem democracia"

Manifestantes escreveram e mostraram em cartazes, nos jardins de Belém, frente à residência oficial do Presidente da República.
Lusa 14 de Maio de 2021 às 13:57
Paredão à beira Tejo, em Lisboa, foi invadido por uma multidão.
Paredão à beira Tejo, em Lisboa, foi invadido por uma multidão. FOTO: Pedro Catarino
Algumas dezenas de guineenses residentes em Portugal manifestaram-se esta sexta-feira contra a visita do Presidente português à Guiné-Bissau, na próxima semana, que consideram ser uma forma de Marcelo Rebelo de Sousa mostrar que está ao lado de "um golpista".

"O Presidente Marcelo [Rebelo de Sousa] não é bem-vindo à Guiné-Bissau" e "Portugal coaduna com a ditadura" foram algumas das mensagens que os manifestantes escreveram e mostraram em cartazes, nos jardins de Belém, frente à residência oficial do Presidente da República.

A acompanhar os cartazes, gritos, cânticos e mãos pintadas de branco, como forma de mostrar que estes guineenses a viver em Portugal estão contra o que consideram um Presidente "ilegítimo" que "ganhou as eleições pela força", numa referência a Umaro Sissoco Embaló, alvo de muitas críticas durante o protesto.

Ver comentários