Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Hospital Militar de Lisboa duplica capacidade com mais 140 camas para doentes Covid-19

Unidade hospitalar terá um total de 274 camas de enfermaria.
Sérgio A. Vitorino 21 de Janeiro de 2021 às 10:29
Hospital das Forças Armadas em Lisboa
Hospital das Forças Armadas em Lisboa FOTO: Tiago Sousa Dias
O Hospital das Forças Armadas, em Lisboa, reforçou esta semana com mais 140 camas a capacidade de internamento para doentes da Covid-19. Foram disponibilizadas, maioritariamente em apoio a hospitais do Serviço Nacional de Saúde, mais 130 camas de internamento em enfermaria e 10 de cuidados intensivos. Passam a ser operadas um total de 274 camas de enfermaria - 197 para doentes Covid-19 (72%) - e 20 de cuidados intensivos - 15 destinadas a Covid-19 (75%).

"Este aumento de capacidade representa a duplicação da lotação oficial do Hospital das Forças Armadas, polo de Lisboa, conseguida com a adaptação/conversão de espaços, nomeadamente, refeitórios e áreas destinadas à consulta externa", explica o Ministério da Defesa. "Esta capacidade acrescida, face à grave situação pandémica, destina-se a apoiar o Serviço Nacional de Saúde, garantindo, ao mesmo tempo, o apoio às Forças Armadas, às Forças e Serviços de Segurança e à Família Militar", afirma.

O Hospital das Forças Armadas está a ser reforçado com médicos, enfermeiros e outros militares, bem como equipamentos de saúde provenientes da Marinha, do Exército e da Força Aérea, em que se inclui o Hospital de Campanha do Exército.

Atualmente, encontram-se 124 doentes Covid-19 internados no Hospital das Forças Armadas, polos de Lisboa e do Porto, 101 dos quais provenientes do Serviço Nacional de Saúde, em auxílio a hospitais que excederam a sua capacidade. O Hospital das Forças Armadas acolheu, desde o início de março de 2020, 652 doentes Covid-19, provenientes de hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Além do Hospital das Forças Armadas, também o Centro de Apoio Militar Covid-19, em Lisboa, voltou a aumentar a respetiva capacidade de internamento, passando de 60 para 72 camas, com um reforço de profissionais de saúde por parte da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. Tem nesta quinta-feira 71 doentes internados. A infraestrutura já recebeu, desde 17 de junho de 2020, 455 doentes provenientes das várias unidades hospitalares da região de Lisboa e Vale do Tejo.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários