Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

INEM suspende reforço de meios em 18 locais do País

"Este acontecimento vem reforçar o nosso pedido de demissão imediata deste Conselho Diretivo e daremos nota disto Ministro da Saúde", reforçou o responsável sindical.
Paulo Jorge Duarte 1 de Outubro de 2022 às 20:58
INEM
INEM FOTO: Margarida Frade
O INEM suspendeu o reforço de meios sazonais em 18 locais no país (9 em Lisboa, 3 no Porto e 6 em Faro) com efeitos a partir de 1 de Outubro. O aumento de meios, viaturas e Técnicos de Emergência Pré-hospitalar, foi feito na passado mês de junho.

A decisão teve o objetivo de acautelar e garantir uma resposta eficaz do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) a situações de acidente ou doença súbita.

O sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-hospitalar (STEPH) denúncia a decisão do INEM: "Imediatamente a seguir às graves acusações com que os Deputados da Comissão da Saúde confrontaram o senhor Presidente do INEM, acusações estas que o próprio confirmou, assim como confirmou as dezenas de Ambulâncias de Emergência Médica encerrados diariamente por falta de Técnicos, uma decisão de suprimir ambulâncias do sistema, é a prova do desnorte deste Conselho Diretivo e a prova de que não se preocupa minimamente com as portuguesas e os portugueses", disse, ao Correio da Manhã, Rui Lázaro, presidente do STEPH.

"Este acontecimento vem reforçar o nosso pedido de demissão imediata deste Conselho Diretivo e daremos nota disto Ministro da Saúde", reforçou o responsável sindical.
Ver comentários