Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Instituto de Florestas encerra seis percursos na Madeira devido ao vento forte

Vento forte já causou o derrube de árvores em vários pontos desses percursos.
Lusa 31 de Dezembro de 2021 às 11:58
Vento
Vento FOTO: Getty Images
O Instituto de Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) da Madeira encerrou, esta sexta-feira, seis percursos pedestres nas regiões montanhosas da ilha devido às condições meteorológicas adversas, com a ocorrência de vento muito forte.

De acordo com um comunicado do IFCN, a vereda da Ilha, a vereda do Pico Ruivo, a levada do Caldeirão Verde, a levada do Rei e o percurso entre o Pico das Pedras e Queimadas, todos no concelho de Santana, encontram-se temporariamente encerrados.

O IFCN refere que o vento forte já causou o derrube de árvores em vários pontos desses percursos.

A costa sul e as regiões montanhosas da ilha da Madeira encontraram-se sob aviso amarelo para vento forte até às 18:00 de hoje, indica o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), com as rajadas a poderem atingir 80 quilómetros/hora nos extremos leste e oeste, e 95 quilómetros/hora nas terras altas.

Na região do Funchal, a previsão aponta para céu geralmente pouco nublado e vento fraco, temporariamente moderado do quadrante sul durante a tarde.

Está também prevista uma pequena subida da temperatura máxima, que poderá atingir os 26 graus centígrados.

Madeira Florestas Instituto de Florestas e Conservação da Natureza natureza mau tempo
Ver comentários