Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto

Presidente da Junta de Freguesia explicou dificuldades que passou para chegar ao local onde foi avistado o corpo do animal, uma fêmea de 23 anos.
Lusa 17 de Maio de 2021 às 21:18
Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto
Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto
Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto
Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto
Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto
Lobo marinho acarinhado pelos habitantes do Paul do Mar na Calheta aparece morto
O lobo marinho de 23 anos que visitava com frequência o Paul do Mar, no concelho da Calheta, na Madeira, apareceu esta segunda-feira morto, disse à Lusa o presidente daquela freguesia.

"Estava na localidade, no Paul do Mar, e uma senhora ligou-me a dar esta notícia menos boa, que dois rapazes a tinham encontrado", disse à Lusa o presidente da Junta de Freguesia de Paul do Mar, Paulo Sérgio Rodrigues, que se encontrava na enseada entre o Paul do Mar e o Jardim do Mar, onde o corpo do animal foi encontrado.

O lobo marinho, que anteriormente era visto diariamente, já não era avistado há uma semana, "após ter recebido um tratamento de 15 dias pelo Parque Natural [da Madeira]", o que, segundo o autarca, motivou uma deslocação propositada da população ao cais, já desconfiando que "alguma coisa tinha acontecido", tendo em conta o período de tempo que ficou sem aparecer "e também a sua idade".

O presidente da Junta de Freguesia do Paul da Mar explicou também à Lusa as dificuldades que passou para chegar ao local onde foi avistado o corpo do animal, uma fêmea de 23 anos, um local de dificil acesso, com um pouco de calhau.

Paulo Sérgio Rodrigues garantiu que só abandona o corpo do animal, "que será retirado do calhau amanhã [terça-feira] pela manhã", quando os vigilantes da natureza conseguirem assegurar que o corpo não é levado pelo mar.

Calheta Lobo Paul do Mar Madeira Paulo Sérgio Rodrigues interesse humano recursos naturais questões sociais
Ver comentários