Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

MAI alerta para terceira vaga de calor nos próximos dias

Altas temperaturas deverão prolongar-se até setembro, alertou o ministro da Administração Interna.
Correio da Manhã 17 de Agosto de 2022 às 09:26
A carregar o vídeo ...
MAI alerta para terceira vaga de calor nos próximos dias
O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, anunciou esta quarta-feira que Portugal vai ter uma terceira onda de calor a partir do dia 20 de agosto, prolongando-se até setembro.

Em declarações aos jornalistas após a reunião com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o ministro revelou que "vamos entrar numa terceira vaga de calor a partir do dia 20, que se vai prolongar até setembro". De acordo com as previsões, o mês de setembro deverá ser ainda mais seco do que noutros anos.

"O perigo de incêndio rural em Portugal está ainda a meio da campanha, passámos uma onda de calor de grande intensidade e que chegou a temperaturas que quase rondaram os cinquenta graus, passamos uma segunda onda com menos intensidade, mas mesmo assim com grande impacto e vamos passar uma terceira onda de calor provavelmente dentro de dias", afirmou esta quarta-feira o presidente do IPMA, Jorge Miguel Miranda.

Jorge Miguel Miranda acrescentou que "as previsões não são positivas" em termos de precipitação e que provavelmente "setembro será um pouco mais seco e um pouco mais quente" como têm sido os meses anteriores.

Fogo continua a lavrar na Serra da Estrela
Quando questionado sobre o incêndio na Serra da Estrela que teve já duas reativações, José Luís Carneiro admitiu que "há fatores que tornam a complexidade deste incêndio muito além da complexidade de outros incêndios". As autoridades estão atualmente no terreno a investigar a origem do fogo que lavra com intensidade na região.

Em declarações aos jornalistas, Patrícia Gaspar, Secretária de Estado da Administração Interna, afirmou que o desafio nas próximas horas é "garantir a consolidação de uma vastíssima área!, que rondará já um perímetro de 100 quilómetros.

"Serão horas muito difíceis para operacionais que estão no terreno", sublinhou a Secretária de Estado, que abre a porta a "um verão provavelmente prolongado".

Cerca de 50 concelhos dos interior Norte e Centro, Alto Alentejo e Algarve estão esta quarta-feira em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação disponível no 'site' do IPMA, os concelhos em risco máximo pertencem aos distritos de Bragança, Guarda, Castelo Branco, Leiria, Coimbra, Santarém, Portalegre e Faro.

MAI Portugal política José Luís Carneiro calor risco de incêndio vaga de calor alerta
Ver comentários