Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Mais de 8,5 milhões de pessoas já completaram a vacinação primária contra a Covid-19

Nas últimas 24 horas, 52.740 pessoas tomaram uma dose de reforço contra a covid-19, perfazendo um total de 1.161.527.
Lusa 30 de Novembro de 2021 às 00:24
Vacinação Covid-19
Vacinação Covid-19 FOTO: CMTV
Mais de 8,5 milhões de pessoas já completaram a vacinação primária contra a covid-19, com toma de duas ou uma dose, consoante a vacina de prevenção, assinala o relatório da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado segunda-feira.

De acordo com a DGS, um total de 8.574.702 foram inoculados até ao momento, sendo que se registaram mais 1.693 pessoas, com a vacinação completa, nas últimas 24 horas.

O relatório da DGS reforça ainda que também já foram administradas mais de 50 mil doses de reforço.

Nas últimas 24 horas, 52.740 pessoas tomaram uma dose de reforço contra a covid-19, perfazendo um total de 1.161.527 vacinados com a terceira ou segunda (no caso da Janssen, da Johnson & Johnson) doses.

A DGS dá conta que mais de 500 mil pessoas que receberam a dose de reforço têm 80 ou mais anos.

Um total de 500.196 pessoas com 80 ou mais anos tomaram um reforço da vacina. Na faixa etária dos 70 aos 79 anos, 369.094 já receberam uma dose de apoio e 120.934 entre os 65 e 69 anos.

O relatório da DGS refere ainda que mais 18.599 pessoas foram vacinadas contra a gripe, encontrando-se já inoculadas 1.871.583 contra esta doença.

A covid-19 provocou pelo menos 5.197.718 mortos mortes em todo o mundo, entre mais de 260,81 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.430 pessoas e foram contabilizados 1.144.342 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o "elevado número de mutações" pode implicar uma maior infecciosidade.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários