Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Mais pessoas morrem com tumores malignos

Cancro é a segunda causa de morte em Portugal e foi responsável por 27 503 óbitos.
Sónia Trigueirão 23 de Fevereiro de 2019 às 06:00
Tumores malignos causaram a morte a mais de 27 mil portugueses em 2017
Cancro
Evie Daniels foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkins
Tumores malignos causaram a morte a mais de 27 mil portugueses em 2017
Cancro
Evie Daniels foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkins
Tumores malignos causaram a morte a mais de 27 mil portugueses em 2017
Cancro
Evie Daniels foi diagnosticada com Linfoma de Hodgkins
As doenças do aparelho circulatório foram a principal causa de morte em Portugal em 2017, ano em que morreram 110 187 pessoas, mas estão a perder peso, ao contrário do cancro. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), os tumores malignos matam cada vez mais pessoas.

Os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgados esta sexta-feira no relatório ‘Causas de Morte 2017’, mostram que, em conjunto, "as doenças do aparelho circulatório (29,4%) e os tumores malignos (25%) estiveram na origem de mais de metade (54,4%) dos óbitos ocorridos no País em 2017, constituindo as duas principais causas básicas de morte".

As doenças do aparelho circulatório mataram 32 366 pessoas em 2017, menos 439 óbitos do que em 2016. Já os tumores malignos causaram a morte a 27 503 portugueses no ano em análise, mais 146 quando comparado com 2016.

Dentro do total de óbitos causados por doenças do aparelho circulatório, os dados do Instituto Nacional de Estatística revelam que os Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) foram responsáveis por 11 270 casos e a doença isquémica do coração por outros 7314.

Já no que diz respeito aos tumores malignos, lideram as mortes provocadas pelos cancros da traqueia, brônquios e pulmão com 4240 óbitos e do cólon, reto e ânus com 3852.

Pneumonia matou mais de cinco mil
As doenças do aparelho respiratório são a terceira causa básica de morte em Portugal . Segundo o Relatório ‘Causas de Morte 2017’, do Instituto Nacional de Estatística (INE), estas provocaram a morte a 12 819 pessoas.

Dentro do grupo destacam-se as mortes provocadas por pneumonia, com 5623 óbitos, que atingiram principalmente as mulheres. Do total dos óbitos por esta causa, 95,2% dizem respeito a pessoas com 65 e mais anos.
Ver comentários