Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Marcelo lembra Pedro Lains como "figura cimeira" de nova geração de historiadores económicos

Economista morreu esta segunda-feira, aos 61 anos, em Lisboa, devido a um cancro.
Lusa 17 de Maio de 2021 às 10:04
Marcelo
Marcelo FOTO: Lusa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou esta segunda-feira a morte do economista Pedro Lains, lembrando-o como "figura cimeira da nova geração de historiadores económicos portugueses", com um "espírito eternamente jovem e irreverente".

"O Presidente da República lamenta profundamente a morte do Professor Pedro Lains, figura cimeira da nova geração de historiadores económicos portugueses", lê-se na nota publicada no sítio da internet da Presidência da República.

O chefe de Estado sublinha, na mesma nota, que "no seu trabalho sobre a economia portuguesa nos séculos XIX e XX convergiram, de modo inovador, um profundo conhecimento historiográfico e uma invulgar competência económica, contribuindo de modo marcante para uma nova visão sobre evolução do país naquele período".

"Autor de vasta obra com reconhecimento nacional e internacional, o seu espírito eternamente jovem e irreverente tornam ainda mais prematuro o seu desaparecimento", refere Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República apresentou "sentidas condolências à família, aos amigos e ao Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa por esta grande perda".

O economista Pedro Lains morreu esta segunda-feira, aos 61 anos, em Lisboa, devido a um cancro, informou à Lusa a Universidade de Lisboa, onde era investigador.

Natural de Lisboa, Pedro Lains era investigador-coordenador do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, professor convidado da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica e membro do Instituto Laureano Figuerola da Universidad Carlos III de Madrid, em Espanha.

Licenciado em Economia na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (UNL), em 1983, doutorou-se em História no Instituto Universitário Europeu de Florença, Itália, em 1992, e fez a agregação em Economia na UNL em 2001.

Foi professor visitante da Faculdade de Economia da UNL, das universidades Carlos III de Madrid, de Brown (Estados Unidos) e Évora, tendo dirigido a Associação Portuguesa de História Económica e Social, a Sociedade Europeia de Economia Histórica, a editora Imprensa de Ciências Sociais e a revista do ICS Análise Social.

Pedro Lains centrou a sua investigação em história económica dos séculos XIX e XX, "preocupando-se sobretudo com o estudo do crescimento económico de longo prazo de Portugal e dos países periféricos da Europa, com o estudo da integração europeia e com os problemas atuais da economia portuguesa", refere uma nota de apresentação publicada na página do ICS na internet.

O economista é autor dos livros "História da Caixa Geral de Depósitos, 1876-2010", "Os Progressos do Atraso - Uma Nova História Económica de Portugal", "Sem Fronteiras - Os Novos Horizontes da Economia Portuguesa" e "A Economia Portuguesa no Século XIX", sendo coautor de "História Económica de Portugal, 1143-2010", "Os Petróleos em Portugal - Do Estado à Privatização 1937-2012" e de "Portugal em Análise".

Ver comentários