Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Marvão promove iniciativa digital com produtores oleícolas do concelho

Município alentejano substitui evento anual por campanha nas redes sociais com o intuito de homenagear quem se dedica à produção de azeitona na região.
Correio da Manhã 24 de Abril de 2021 às 19:40
Marvão promove iniciativa digital com produtores oleícolas do concelho
Marvão promove iniciativa digital com produtores oleícolas do concelho FOTO: Direitos Reservados

A Câmara Municipal de Marvão vai promover, no próximo sábado, uma iniciativa digital inteiramente dedicada ao azeite e à produção de azeitona no concelho, num ano em que o Alentejo manteve uma tendência evolutiva comparativamente a outras regiões do país, de acordo com os recentes dados publicados pelo INE. 

"Conversas d’Azeite" vai contar com a participação dos diversos produtores do concelho de Marvão e moderação da professora Graça Carvalho, docente na Escola Superior Agrária de Elvas. Esta iniciativa, que prevê ainda a realização de uma pequena prova de azeites, tem transmissão em direto, a partir das 10h00, na página de Facebook do Município de Marvão.

Esta sessão de partilha é uma das várias ações que integram a iniciativa-mãe "Comidas d’Azeite Online 2021", cujo objetivo é divulgar a produção de azeite do concelho - uma tradição com séculos de história - e assinalar o evento anual que este ano se realiza em moldes virtuais, devido à situação pandémica que o país atravessa.

"O ‘Conversas d’Azeite’ será o momento de encerramento da iniciativa digital ‘Comidas d’Azeite 2021’ e vem reforçar, uma vez mais, a necessidade de valorizarmos os nossos produtores marvanenses e as condições endógenas do nosso solo e do nosso olival. Pretende ser um fórum de debate e de divulgação dos nossos produtos e das suas características únicas", refere Luís Vitorino, presidente da autarquia.

O concelho de Marvão está incluído na área de produção dos Azeites do Norte Alentejano DOP (Denominação de Origem Protegida), o que tem contribuído para afirmar a região como produtora oleícola nacional.

Os números da campanha de 2019 revelam que o Alentejo foi responsável por 88% da produção nacional de azeite, tendo registado um aumento de 64% em relação ao ano-campanha anterior. Em 2020, apesar da queda registada a nível nacional, a região alentejana manteve a tendência evolutiva, contrariamente a outras zonas do país. Numa visão mais global, a base de dados PORDATA estima que em apenas 23 anos, a região alentejana mais do que quintuplicou as toneladas de azeitona produzida.

Em 2018 foram produzidos 93 927 hectolitros de azeite no Alto Alentejo, valor apenas ultrapassado pelo Baixo Alentejo, de acordo com dados do INE (Instituto Nacional de Estatística). No espaço temporal entre 1995 e 2003, a sub-região que corresponde ao distrito de Portalegre conseguiu ainda duplicar as toneladas de azeitona produzida nos seus 15 concelhos, entre os quais, Marvão.

"O nosso Município quer continuar a acompanhar este crescimento global e, para isso, estamos conscientes de que temos de continuar a apoiar os nossos produtores e sensibilizar a população para a importância deste tema e para as consequências positivas que o subsetor da produção de azeite tem para a economia local. O ‘Conversas d’Azeite’ propõe-se ser um espaço de partilha feito a pensar na população e que pretende dar aos munícipes um conhecimento mais aprofundado sobre uma das matérias-primas mais apreciadas do seu concelho", acrescenta Luís Vitorino.

Para além do "Conversas D'Azeite", o Munícipio de Marvão está a desenvolver uma campanha digital, através das redes sociais, à base de vídeos e curiosidades sobre o olival e as características do azeite, estabelecendo desde já a ponte para o evento que se realizará em fevereiro de 2022.

Ver comentários