Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Matosinhos pede esclarecimentos à ARS/Norte sobre surto de Legionella

Câmara pede que ARS "informe as populações sobre os cuidados a ter no surto de Legionella e que indique quais as medidas preventivas que foram tomadas".
Manuel Bento 19 de Novembro de 2020 às 19:41
Luísa Salgueiro
Luísa Salgueiro FOTO: Lusa

Luísa Salgueiro, presidente da Câmara de Matosinhos, pede à Administração Regional de Saúde do Norte que "informe as populações sobre os cuidados a ter, devido ao surto de legionella, que indique quais as medidas preventivas que foram tomadas e de que forma estas mitigam o risco de infeção e do aparecimento de novos casos", refere a autarquia em comunicado. As unidade da indústria láctea Longa Vida, em Perafita, e da conserveira Ramirez, em Lavra, têm as torres de refrigeração desligadas, por indicação da autoridade de saúde.

"Apesar de continuar a aguardar a confirmação oficial, que chegará com o resultado das análises às bactérias encontradas naquelas estruturas, Luísa Salgueiro entende que é tempo de sossegar as populações que habitam nas freguesias onde se encontram instaladas as torres e na sua proximidade", refere em comunicado. Considera que  "é muito penalizador, principalmente num momento de pandemia como aquele em que vivemos, as pessoas estarem perante esta incerteza".

Desse modo, a autarca pediu à Administração Regional de Saúde que informe as populações sobre os cuidados a ter e que indique quais as medidas preventivas tomadas. "Da mesma forma, requereu às empresas em causa os últimos relatórios de manutenção dos equipamentos, assim como informação sobre a utilização intensiva dos equipamentos e o seu horário recente", refere o município.

Ver comentários