Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Ministra diz que se mantém a preocupação de equilibrio financeiro do Ministério da Saúde

Temido defende que não é possível colocar tudo em cima da mesa, "mesmo que as reivindicações dos profissionais do setor sejam justas".
Lusa 18 de Outubro de 2021 às 13:14
Marta Temido
Marta Temido FOTO: Tiago Petinga/LUSA
A ministra da Saúde insistiu esta segunda-feira que a preocupação de equilíbrio do Ministério da Saúde mantém-se e que não é possível colocar tudo em cima da mesa, "mesmo que as reivindicações dos profissionais do setor sejam justas".

"A preocupação de equilíbrio do Ministério da Saúde mantém-se e é aquela que referi nos últimos dias diversa vezes: naturalmente que há interesse em proporcionar melhores condições de trabalho aos profissionais, mas com preocupação com a sustentabilidade financeira do SNS", disse Marta Temido.

Questionada sobre as exigências dos diversos profissionais do setor com greves agendadas para final de outubro e para novembro, a governante sublinhou: "Não nos podemos esquecer que, além dos 29.000 profissionais a mais que temos desde 2015, há este ano mais um reforço de 700 milhões de euros" no Orçamento do Estado para a área da Saúde.

Ministério da Saúde Saúde política
Ver comentários