Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Ministro da Ciência chamado ao parlamento sobre dificuldades dos bolseiros de investigação

Pedido de audição urgente foi proposto pelo PCP na sequência de um protesto de bolseiros em Lisboa.
Lusa 11 de Maio de 2021 às 20:15
Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor,
Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, FOTO: Lusa
A Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto aprovou hoje por unanimidade o requerimento do PCP para ouvir no parlamento o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior a propósito das dificuldades dos bolseiros de investigação científica.

O pedido para uma audição urgente foi proposto pelo PCP na sequência de um protesto de bolseiros em Lisboa, no dia 16 de abril, em que o ministro Manuel Heitor assegurou a prorrogação das bolsas de investigação que tenham sido prejudicadas pela pandemia de covid-19.

No entanto, o grupo parlamentar comunista afirma que, desde então, as expectativas dos investigadores viram-se frustradas, justificando assim a necessidade de ouvir o governante, num esforço de clarificar a situação.

Ainda sem data para a audição, Manuel Heitor deverá ir ao parlamento depois da Associação dos Bolseiros de Investigação Científica (ABIC) e da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), que serão ouvidas primeiro numa audição conjunta sobre o mesmo tema, também a requerimento do PCP.

No requerimento, o PCP refere que pretende abordar temas como a "prorrogação de todas as bolsas de investigação" devido à crise epidémica de covid-19, o "fim das taxas de entrega de tese", o "cumprimento da extensão dos prazos de entrega de tese" e a abertura de novas edições dos concursos de Estímulo ao Emprego Científico Individual (CEEC) e de projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico (IC&DT) em 2021.

Estas são reivindicações dos bolseiros, que se manifestaram em frente ao ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em Lisboa, em 16 de abril, e que os comunistas querem agora tratar nas audições. 

No protesto, os representantes da ABIC e da Fenprof foram recebidos pelo ministro, que manifestou abertura para "processo negocial para chegar a um compromisso sobretudo ao nível da programação do investimento em I&D (investigação e desenvolvimento), mas também na revisão do estatuto da carreira de investigação científica"./Fim

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários