Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Morreu antigo autarca Manuel Rita. "Ilha do Corvo perde uma das suas referências", diz Presidente da República

Açoriano é recordado como "figura incontornável e dos mais dinâmicos e calorosos 'embaixadores' da ilha que o viu nascer".
Lusa 20 de Fevereiro de 2021 às 18:16
Manuel Rita
Manuel Rita FOTO: Facebook
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a morte do antigo autarca açoriano Manuel Rita, considerando que a ilha do Corvo perdeu uma das suas referências.

Manuel Rita, que presidiu à Câmara Municipal do Corvo entre 1993 e 2001 e entre 2009 e 2013, sendo proprietário do único hotel da ilha, o Comodoro, morreu hoje, aos 73 anos.

Numa nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, recorda a passagem de ano de 2019 para 2020 na mais pequena e menos povoada ilha dos Açores, a partir de onde dirigiu aos portugueses a sua mensagem de Ano Novo.

"O Presidente da República lamenta profundamente o inesperado falecimento do corvino Manuel das Pedras Rita, com quem privou recentemente na passagem de ano para 2020", lê-se na nota divulgada.

Manuel Rita é recordado como "figura incontornável e dos mais dinâmicos e calorosos 'embaixadores' da ilha que o viu nascer".

"Deixou a sua marca no progresso e desenvolvimento do Corvo, primeiro como presidente da Câmara Municipal, cargo para o qual foi eleito por três vezes, e mais tarde como empresário turístico, tendo sido agraciado, em 2014, como comendador da Ordem do Mérito Empresarial", refere-se na nota.

Marcelo Rebelo de Sousa considera que "os Açores e em especial a ilha do Corvo perde uma das suas referências" e neste momento de pesar "envia à família enlutada e aos corvinos as mais sentidas condolências".

O Conselho do Governo dos Açores deliberou hoje, por unanimidade, um voto de pesar pela morte do empresário e antigo autarca Manuel Rita.

Manuel das Pedras Rita Corvo Marcelo Rebelo de Sousa Açores Marcelo Rebelo de Sousa questões sociais política
Ver comentários