Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Municípios do Algarve cancelam festejos de passagem de ano

Municípios dizem não estar reunidas as condições para cumprir as medidas de contenção da covid-19
Lusa 4 de Dezembro de 2021 às 11:49
Passagem de Ano no Algarve
Passagem de Ano no Algarve
Os 16 municípios do Algarve decidiram em conjunto cancelar a realização de festas de passagem de ano por não estarem reunidas as condições para cumprir as medidas de contenção da covid-19, anunciou a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL).

Em comunicado, a AMAL adianta que a decisão "foi consensualizada em sede de reunião do conselho intermunicipal", na sexta-feira, atendendo ao "contexto de pandemia que atualmente se vive e à recente evolução" epidemiológica.

"Mesmo que estas iniciativas fossem de realização ao ar livre, teriam que obedecer a um conjunto de orientações da DGS [Direção-Geral da Saúde] que os autarcas afirmam não haver condições para serem cumpridas, uma vez que implicam uma grande concentração de pessoas", lê-se na nota.

Alguns autarcas decidiram manter a tradição do fogo-de-artifício, "sendo que outros decidiram não avançar uma vez que podem promover aglomeração de pessoas", razão pela qual foram também canceladas várias iniciativas da programação de Natal, prossegue.

"Conscientes de que esta decisão poderá trazer constrangimentos aos empresários e comerciantes da região, [os autarcas] defendem que, nesta altura, o foco deverá estar centrado na proteção da saúde e bem-estar da população do Algarve", conclui o organismo que agrega os 16 municípios do distrito de Faro.

A Câmara de Albufeira já tinha anunciado o cancelamento dos festejos de fim de ano na Praia dos Pescadores, uma das festas mais procuradas no Algarve nesta época, mantendo apenas o lançamento de fogo-de-artifício, mas de forma deslocalizada.

Em Faro, a autarquia decidiu canalizar o investimento que seria destinado aos festejos de fim de ano para uma iniciativa de apoio ao comércio local que prevê quatro sorteios, no valor total de 10.000 euros cada, e para a entrega de vales de compras aos alunos do pré-escolar e 1.º ciclo.

Em comunicado, o município referiu ter decidido "não promover este ano quaisquer eventos públicos para celebração da passagem de ano no concelho, nomeadamente espetáculos musicais ou fogo-de-artifício".

Nesse sentido, em articulação com a Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL), Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve (AHISA), Associação de Desenvolvimento Comercial da Zona Histórica de Faro (Associação de Comércio da Baixa) e Associação Cultural e Ativista da Baixa de Faro (ACAB), a autarquia decidiu retomar a partir de segunda-feira a campanha de estímulo ao comércio local "Faro. Somos Todos".

No âmbito desta iniciativa da autarquia, todos os clientes que gastem mais de 10 euros em estabelecimentos aderentes terão direito a cupões com que poderão concorrer a sorteios para atribuição de vales de compras (no valor de 30, 50, 100 ou 200 euros).

Em dezembro, terão lugar três sorteios no valor de 10.000 euros cada um: o primeiro no dia 16, o segundo no dia 23 e o terceiro no dia 30 de dezembro.

Em janeiro, o sorteio acontecerá no dia 20 de janeiro, "visando assim dar um sinal e estímulo à economia, em particular à restauração e ao comércio local", já depois da anunciada semana de contenção definida pelo Governo entre 02 e 09 de janeiro.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Algarve Comunidade Intermunicipal do Algarve AMAL saúde
Ver comentários