Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Parcerias privadas no top da Excelência Clínica

Hospital de Braga e de Cascais lideram ranking do SINAS.
Sónia Trigueirão 6 de Janeiro de 2018 às 07:41
A unidade de Braga mantém a liderança no ranking da Excelência Clínica, mas não repete a classificação de maio, na qual teve nota máxima em 6 especialidades FOTO: Nuno Fernandes Veiga
Os hospitais de Braga e de Cascais, ambos em regime de Parceria Público- –Privada, o primeiro da José de Mello Saúde e o segundo do Grupo Lusíadas Saúde, lideram o ranking de Excelência Clínica entre as 159 unidades públicas e privadas que integram o Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS). De acordo com os dados da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), os dois hospitais obtiveram a nota máxima (três estrelas) em cinco áreas. O Hospital de Braga submeteu 11 especialidades à avaliação das 16 analisadas pela ERS e o Hospital de Cascais submeteu nove.

O Hospital de Braga mantém a liderança no ranking de excelência, mas não repete a classificação divulgada em maio do ano passado, quando obteve classificação máxima a 6 das 14 especialidades que submeteu à avaliação da ERS.

O terceiro e quarto lugares do ranking são ocupados pelo Hospital Eduardo Santos Silva, em Vila Nova de Gaia, e pelo São Teotónio, em Viseu.

De acordo com a ERS, 70 por cento das unidades avaliadas obtiveram a classificação de excelência clínica no ano passado. No entanto, trata-se da percentagem mais baixa desde 2013.

Na maioria dos casos, o conforto das instalações também recebeu uma nota pior em relação à obtida no ano anterior.

Em declarações ao CM, o presidente da Associação de Administradores Hospitalares admite a necessidade de investimento nas instalações e equipamentos dos hospitais. "A degradação dos espaços hospitalares é uma realidade e os equipamentos também não estão nas melhores condições", diz Alexandre Lourenço, sublinhando que há um desinvestimento muito grande nesta área desde 2009 e que "é natural" que as unidades demonstrem isso nas respostas que dão ao regulador.

Avaliação de 159 unidades
Na dimensão de Excelência Clínica, dos 159 estabelecimentos abrangidos pela avaliação da ERS, 125 tiveram classificação. Destes, 112 (70 por cento) conseguiram a atribuição da estrela correspondente ao primeiro nível de avaliação. Das unidades avaliadas, 87 são públicas, 47 são privadas e 25 pertencem ao setor social.

Especialidades avaliadas
Na Excelência Clínica foram avaliadas as unidades com internamento em Angiologia e Cirurgia Vascular, Cardiologia (Enfarte Agudo do Miocárdio), Cirurgia de Ambulatório, Cirurgia Cardíaca, Cirurgia do Cólon, Cuidados Intensivos, Cuidados Transversais, Ginecologia, Neurologia (AVC), Obstetrícia (partos e cuidados pré-natais), ortopedia e pediatria.
Ver comentários