Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Pilates estimulam vida nova em práticas saudáveis de exercício físico

Prática aconselhada desde os 14 anos. Treine três vezes por semana.
Miguel Balança 12 de Abril de 2019 às 08:17
Prática trabalha corpo e mente e garante bem-estar generalizado
Exercício regula níveis de stress e ansiedade
Praticar pilates é indicado quer durante os meses em que a mulher está grávida, quer na fase do pós-parto
Ana Luís Martins, formadora
Ana Luís Martins, formadora internacional do método, exemplifica como a flexibilidade sai potenciada pela prática de contrologia. Melhoria postural reflete-se numa barriga lisa após 30 segundos de formação
Prática trabalha corpo e mente e garante bem-estar generalizado
Exercício regula níveis de stress e ansiedade
Praticar pilates é indicado quer durante os meses em que a mulher está grávida, quer na fase do pós-parto
Ana Luís Martins, formadora
Ana Luís Martins, formadora internacional do método, exemplifica como a flexibilidade sai potenciada pela prática de contrologia. Melhoria postural reflete-se numa barriga lisa após 30 segundos de formação
Prática trabalha corpo e mente e garante bem-estar generalizado
Exercício regula níveis de stress e ansiedade
Praticar pilates é indicado quer durante os meses em que a mulher está grávida, quer na fase do pós-parto
Ana Luís Martins, formadora
Ana Luís Martins, formadora internacional do método, exemplifica como a flexibilidade sai potenciada pela prática de contrologia. Melhoria postural reflete-se numa barriga lisa após 30 segundos de formação
Prepare-se para levar o bem-estar ao limite e esticar ao máximo a destreza, flexibilidade e força. "O método de Pilates sempre se estabeleceu, estranhamente, entre a reabilitação e o treino intenso. É treino e é clínico", explica Ana Luís Martins, precursora do método em Portugal.

Na prática, "é um treino integral vocacionado para a pessoa e para as suas necessidades", sublinha. Na medida ideal de três vezes por semana, o exercício adaptado de Pilates - ou Contrologia, na sua conceção original - domina problemas de incontinência urinária e auxilia no controlo de prolapsos na região pélvica.

É parceiro ativo no combate a problemas articulares e os "resultados em pessoas com fibromialgia são francamente bons", esclarece a especialista. Os ganhos não se esgotam na compleição física.

"Como dá uma grande autoconsciência corporal, ajuda as pessoas a focarem-se em si e a mudarem o estilo de vida", afirma Ana Luís Martins, constatando o poder do método como gatilho da mudança. Houve quem mudasse de emprego, "quem trocasse de marido ou mulher", assegura. O exercício tende a regular os níveis de stress e concentração.

"Francamente positiva" desde os 14 anos, a prática de Pilates não tem na idade um fator de exclusão. "Por mim já passou um senhor com quase 100 anos", conta Ana Luís Martins. Transversal, o método trabalha ao detalhe do micromovimento e da pré-ativação neuromuscular.

"Bola de pilates" é adaptação
A utilização da ‘bola suíça’ no Pilates não é "natural" do método. "Adaptamos os movimentos porque é mais económico, divertido e confere uma parte lúdica interessante", afirma Ana Luís Martins.

Benéfico em período pós-cirúrgico
Por estimular a pré-ativação do movimento, o método beneficia a recuperação pós- -cirúrgica. "Normalmente vão para a fisioterapia e, mal possam, são encaminhados para nós", afirma a especialista.

Método é eleito por atletas medalhados
A formadora internacional de pilates Ana Luís Martins revela que, por concentrar valências de "puro treino" e reabilitação, o método de pilates é eleito por atletas de alta competição. A especialista acompanhou os medalhados olímpicos Nelson Évora, Naide Gomes e Francis Obikwelu.

PORMENORES
Estilo de vida saudável
Joseph Pilates, enfermeiro alemão, aconselhava os alunos, no final do treino, a tomarem banho, esfregando vigorosamente a pele para ativar a circulação. Também recomendava a exposição ao Sol.

Reabilitar bailarinos
Os exercícios de contrologia começaram por ser complementares ao treino de atletas de boxe, mas notabilizaram-se pela reabilitação de bailarinos lesionados.

Cuca Roseta: "Faz bem ao corpo e à cabeça"
Uma voz do Mundo, Cuca Roseta nem sempre consegue encontrar o equilíbrio para viver tranquilamente, por isso, decidiu recorrer à ajuda do yoga para mudar a sua rotina diária. "Esta prática ajuda-me a organizar as coisas. Faz bem ao corpo e à cabeça, durmo muito melhor. Às vezes, durmo apenas três horas e prefiro, mesmo assim, ir ao yoga", começou por explicar.

A fadista, de 37 anos, revela que a prática desta modalidade a ajuda a relativizar o stress que conjugar a vida profissional com a familiar lhe provoca. "Levo a Benedita [filha mais nova] comigo para todo o lado e o Lopo [filho mais velho] também, sempre que ele pode. A vida não nos traz nada que não possamos aguentar. Às vezes, acordo de manhã um pouco ansiosa a pensar: como é que vou fazer isto tudo hoje? E é aí que o yoga me ajuda imenso. Se não o fizesse, enlouquecia".

Com uma vida artística repleta de sucessos e com vários concertos agendados, quer em Portugal, quer no estrangeiro, Cuca Roseta diz que o sítio onde faz a sua meditação não importa. "Posso fazer yoga em qualquer lado. Foi uma aquisição maravilhosa na minha vida."

Recorde-se, a fadista alfacinha vive entre Portugal e Inglaterra, devido ao casamento com o preparador físico João Lapa.

Barriga lisa num ápice
O segredo para uma barriga lisa é a postura. "Temos uma musculatura interna profunda que funciona como se se tratasse de uma cinta motard: agarra atrás [nas costas] e fecha à frente [na barriga]. O músculo transverso do abdómen é responsável por fechar esta cinta e a maior parte das pessoas simplesmente relaxa-o. Esta cinta interna está ligada à musculatura das costas - a todos os eretores da coluna - e, portanto, o abdominal vai contrair automaticamente quando alongar", explica Ana Luís Martins.

Por consequência, "se andar mais direito, o abdominal trabalhará melhor e conseguirá perder barriga". O resultado é visível após 30 segundos de formação, garante.
Ver comentários