Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Portugal com menos 91 mil alunos e mais 6 mil professores

Redução de 18 mil estudantes só em 2020, do Pré-Escolar ao Secundário.
Bernardo Esteves 31 de Julho de 2021 às 09:50
Classe docente está envelhecida FOTO: Mariline Alves
Portugal continua a ver o número de alunos a cair, num fenómeno iniciado em 2009, devido à quebra da natalidade, mas nos últimos anos tem havido um aumento do número de professores nas escolas públicas. O documento ‘Educação em Números 2021’, divulgado esta sexta-feira pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, revela que no ano letivo 2019/2020 (o primeiro já em pandemia) havia 1 273 979 alunos nas escolas públicas portuguesas, no continente e nas regiões autónomas. Em comparação com o ano letivo anterior, houve uma redução de 17 946 alunos e um aumento ligeiro de apenas 18 docentes.

Mas comparando os dados de 2019/2020 com os de 2014/2015, verifica-se que, em cinco anos, houve uma redução de 91 652 estudantes, num corte médio de 18 mil por ano. Esta descida não foi contudo acompanhada de uma diminuição no número de professores. Pelo contrário, desde 2014/2015 e até 2019/2020, o número de docentes aumentou em 6229, segundo os dados da DGEEC. Para o Ministério da Educação, este aumento é "fruto do investimento em medidas de apoio aos alunos, como as tutorias" e à "redução do número de alunos por turma". O ME nota ainda que a taxa de retenção desceu de 30,6% para 8,4% em 15 anos, enquanto o número de alunos no ensino profissional triplicou.n
Ver comentários