Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

ProToiro repudia tentativa de ligar tauromaquia a ameaças contra autarcas da Póvoa de Varzim

Ação judicial contra a demolição e construção da Póvoa Arena continua em tribunal.
Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 28 de Setembro de 2022 às 21:57
 Praça de Touros da Póvoa de Varzim
Praça de Touros da Póvoa de Varzim FOTO: DR

A Federação Portuguesa de Tauromaquia, em nota enviada, esta quarta-feira, diz que repudia qualquer acto intimidatório tal como quaisquer processos de intenção para ligar a tauromaquia às ameaças feitas aos autarcas da Póvoa de Varzim. 

A ProToiro refere que as ações feitas não se refletem nos valores humanistas e democráticos da Tauromaquia

Em relação à demolição da Praça de Toiros e o projeto de construção da Póvoa Arena, a federação refere que a atuação do presidente e da autarquia "tem sido acintosa e pejada de falsidades". 

A ação judicial está longe da estar concluída e "seguirá o seu caminho judicial até ao apuramento de todas as responsabilidades em tribunal ", local onde se resolvem democraticamente os diferendos entre pessoas e instituições, refere nota. 

A Federação termina a nota a dizer que "continuará a estar na linha da frente do combate pela defesa da liberdade cultural e do património cultural português, segundo os valores humanistas e democráticos que sempre representaram a Tauromaquia e os Aficionados". 

ProToiro Federação Portuguesa de Tauromaquia Póvoa de Varzim artes cultura e entretenimento
Ver comentários