Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Recolha de lixo em Lisboa em risco nos Santos Populares

Trabalhadores entregaram o caderno reivindicativo do setor ao presidente, Carlos Moedas.
Rita Luz 26 de Maio de 2022 às 08:45
Protesto aconteceu esta quarta-feira
Protesto aconteceu esta quarta-feira FOTO: Manuel Santos
Os trabalhadores da higiene urbana de Lisboa concentraram-se esta quarta-feira, na Praça do Município, e entregaram o caderno reivindicativo do setor ao presidente, Carlos Moedas. Ameaçam, caso as reivindicações não sejam atendidas, fazer greve durante os Santos.

"Exigimos o pagamento do suplemento [insalubridade e penosidade], com retroativos de janeiro de 2021, e que o mesmo seja inserido no mês de férias", contou ao CM, Ludgero Pintão, dirigente sindical, acrescentando que depois de uma reunião, houve acordo: "O presidente deixou a promessa de assumir o pagamento." Esta quarta-feira, os trabalhadores da EMEL anunciaram nova greve, de 24 horas, a 9 de junho. Exigem aumento de 90 euros.
Ver comentários
}