Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Recomendada vacinação dos jovens contra o HPV

A vacina apenas é atribuída a raparigas.
27 de Novembro de 2015 às 16:50
Sociedade Portuguesa de Pediatria recomenda vacinação dos jovens
Sociedade Portuguesa de Pediatria recomenda vacinação dos jovens FOTO: Getty Images

A Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP) recomenda a vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano, a título individual, dos adolescentes do sexo masculino e a vacinação contra a tosse convulsa de jovens pais e conviventes de recém-nascidos.

De acordo com uma atualização das recomendações sobre vacinas extra do Programa Nacional de Vacinação (PNV), elaboradas pela Sociedade de Infeciologia Pediátrica (SIP) da SPP, os jovens adolescentes devem vacinar-se, a título individual, contra o Vírus do Papiloma Humano (HPV),"como forma de prevenir as lesões associadas a este vírus".

No documento lê-se que que o HPV "é responsável, em todo o mundo e em ambos os sexos, por lesões benignas e neoplasias malignas, com incidência elevada".

Segundo a SIP, "os homens encontram-se em risco de desenvolver condilomas genitais, cancros do ânus, do pénis, da cabeça e pescoço e neoplasias intraepiteliais do pénis e ânus".

Em Portugal, a vacina contra o HPV foi introduzida no Plano Nacional de Vacinação em outubro 2008, para todas as adolescentes com 13 anos de idade num esquema de três doses. A partir do dia 1 de outubro de 2014, a vacinação em âmbito de PNV passou a ser recomendada para as raparigas entre os 10 e 13 anos de idade num esquema de duas doses.

Ver comentários