Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Registados sete casos de coronavírus em três dias nas cadeias portuguesas

Guarda-prisional da cadeia de Leiria-Jovens viu confirmado, este sábado, o diagnóstico positivo à Covid-19.
Miguel Curado 27 de Junho de 2020 às 19:51
prisões, reclusos, recorde, gastos, Estado
prisões, reclusos, recorde, gastos, Estado FOTO: Tiago Sousa Dias

Um guarda da cadeia de Leiria-Jovens ficou ontem a saber que tem Covid-19. Trata-se do sétimo caso da doença entre funcionários prisionais, em 3 dias. Segundo o Sindicato Nacional da Guarda Prisional (SNGP), que denunciou esta situação, o guarda agora infetado fez o teste na quinta-feira.

"A cadeia de Leiria-Jovens está, como todas as outras, a ser alvo de um processo de testagem de guardas e outros funcionários", explicou ao CM Jorge Alves, presidente do SNGP. "Só hoje [ontem], é que o guarda soube do resultado positivo. Ao que sabemos, o mesmo esteve a trabalhar entre quinta-feira e sábado, e teve contacto com colegas e reclusos", acrescentou o presidente do SNGP.

O CM contactou os Serviços Prisionais que confirmaram o caso, acrescentando que, "neste momento, estão rastreados 47 dos 49 estabelecimentos prisionais, tendo-se já recebido cerca de 3500 resultados, dos quais se verificam os atuais sete casos ativos (3 trabalhadoras de empresa externa que prestam serviço, ao Hospital Prisional, 3 guardas prisionais da Carregueira e 1 guarda prisional do Estabelecimento Prisional de Leiria-Jovens).

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Leiria-Jovens Covid-19 questões sociais crime lei e justiça prisão pandemia coronavírus
Ver comentários