Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Reumatologistas querem programa prioritário para doenças reumáticas a uma década

Especialistas alertam que pandemia da Covid-19 está a fazer aumentar doenças reumáticas.
Lusa 11 de Janeiro de 2021 às 07:34
Doenças reumáticas
Doenças reumáticas FOTO: Getty Images
A Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR) alerta para a urgência de um programa nacional prioritário para as doenças reumáticas e musculoesqueléticas na década de 2020-2030, avisando que a pandemia está a fazer aumentar estas doenças.

Em declarações à Lusa, a presidente da SPR, Helena Canhão, avisa que os reumatologistas cada vez têm mais doentes a queixarem-se, por falta de computadores e cadeiras adaptadas ao teletrabalho, têm mais artroses e, adverte que "se o diagnóstico não for feito adequadamente e seguido de uma boa fisioterapia (...), no futuro haverá repercussões".

"Mesmo os adolescentes estão mais sedentários, não vão atingir o pico de massa óssea, vai haver mais osteoporose, mais fraturas. Os idosos estão mais em casa a perder massa muscular e massa óssea e tudo isto acaba por diminuir a autonomia, ter influência na qualidade de vida e também na saúde mental", explica.

Ver comentários