Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

Sete mortos e 600 infetados por Covid-19 nas últimas 24 horas em Portugal

Número de doentes internados baixou para 399.
Correio da Manhã 28 de Setembro de 2021 às 14:02
Centro de vacinação Covid-19
Centro de vacinação Covid-19 FOTO: Reuters
Sete pessoas morreram e 600 foram infetadas por Covid-19 segundo o relatório da DGS relativo às últimas 24 horas.

O número de casos ativos desceu esta terça-feira para 30 547, menos 738 que ontem. Recuperaram da doença 1 331 pessoas.

O número de doentes internados baixou para 399, menos 21 que ontem, e em UCI estão menos cinco doentes, num total de 74.

A região de Lisboa e Vale do Tejo registou o maior número de novas infeções, 189. No Norte foram confirmados 183 novos casos de Covid-19. 

As mortes ocorreram na região de Lisboa (2), na região Norte (2), na região Centro (1) e no Algarve (2).

Das sete mortes, cinco ocorreram em pessoas com mais de 80 anos e duas entre os 60 e os 69 anos.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17.962 pessoas e foram registados 1.067.775 casos de infeção.

No balanço desde o início da pandemia, o maior número de óbitos continua a concentrar-se entre os idosos com mais de 80 anos (11.716), seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos (3.846).

Do total de vítimas mortais registadas, até à data, em Portugal 9.419 eram homens e 8.543 mulheres.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos menos 738 casos, para um total de 30.547, e que 1.331 pessoas foram dadas como recuperadas da doença nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 1.019.266 recuperados.

Nas últimas 24 horas, o número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde desceu (menos 454), situando-se nos 27.391.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 493.272 homens e 573.771 mulheres, segundo mostram os dados da DGS.

Entre as novas infeções destacam-se as crianças entre 0 e 9 anos com mais 99 novas infeções, seguido do grupo entre os 30 e os 39 anos (mais 94), dos 40 aos 49 (mais 85), dos 50 aos 59 (mais 72) e dos 20 aos 29 anos (66).

Nas pessoas com mais de 80 anos registaram-se 35 novos casos, na faixa etária entre os 70 e os 79 houve mais 35 infeções e entre os 60 e os 69 mais 67.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 189 novas infeções, contabilizando-se até agora nesta área geográfica 412.977 casos e 7.672 mortos.

A região Norte observou 183 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 409.808 casos de infeção e 5.552 óbitos desde o início da crise pandémica.

Na região Centro registaram-se mais 69 casos, perfazendo 142.612 infeções e 3.142 mortos.

No Alentejo foram assinalados 59 novos casos de infeção, totalizando 38.784 contágios e 1.022 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve, o boletim de hoje da DGS informa que foram registados 59 novos casos, acumulando-se 42.539 contágios pelo SARS-CoV-2 e 460 óbitos.

A região Autónoma da Madeira contabilizou 20 novos casos, somando 12.228 infeções e 72 mortes devido à doença covid-19 desde março de 2020.

Nas últimas 24 horas, e segundo a DGS, os Açores apresentaram 21 novos casos, o que eleva para 8.827 contágios desde o início da pandemia. O número de óbitos mantém-se nos 42.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

A covid-19 provocou pelo menos 4.752.875 mortes em todo o mundo, entre 232.273.010 infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Portugal pandemia infetados coronavírus mortes casos saúde
Ver comentários