Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Surto no Porto Santo entrou em curva descendente

Delegado de saúde adiantou que metade dos infetados pertence à faixa etária até aos 19 anos e a outra metade até aos 29.
Lusa 24 de Agosto de 2021 às 17:06
Covid-19
Covid-19 FOTO: Getty Images
O surto de covid-19 no Porto Santo, que registou um pico de 151 casos na primeira quinzena de agosto, encontra-se agora em recessão, mas ainda com 66 infeções ativas, indicou esta terça-feira o delegado de saúde da ilha.

"Estamos numa curva descendente, o pico já passou", disse à agência Lusa Rogério Correia, vincando que a segunda semana de agosto foi "a pior", coincidindo com o período de maior presença de jovens madeirenses de férias na ilha.

O delegado de saúde do Porto Santo remeteu a divulgação dos "dados e números exatos" para o final deste mês, mas adiantou que metade dos infetados pertence à faixa etária até aos 19 anos e a outra metade até aos 29, sendo poucos os contaminados com idade superior.

Rogério Correia referiu que apenas uma das várias cadeias de transmissão está diretamente relacionada com residentes na ilha, sendo as restantes geradas sobretudo pelos madeirenses em férias.

O aumento dos casos de covid-19 no Porto Santo levou as autoridades de saúde da Madeira a instalar um novo espaço com 50 camas para isolamento de pessoas infetadas, no pavilhão multiúsos da ilha, uma vez que a unidade hoteleira dedicada esgotou a sua capacidade.

"O pavilhão multiúsos foi usado e ainda está ativo e vamos mantê-lo ativo preventivamente", disse o Rogério Correria, referindo que, atualmente, só lá se encontra um rapaz.

O delegado de saúde indicou também que está em curso uma operação de testagem PCR à população ativa do Porto Santo, nomeadamente comerciantes, funcionários de supermercados, hotéis, bares e restaurantes e taxistas.

"Temos uma ilha que está vacinada e pode haver o risco de haver alguém infetado sem sintomas", disse, vincado que o objetivo é "identificar e isolar" o mais rapidamente possível qualquer caso.

"Até agora, os resultados são negativos", afirmou.

A ilha do Porto Santo tem cerca de 5.000 habitantes, mas é um destino muito procurado nos meses de verão para férias, sobretudo pelos residentes da Madeira, sendo que este ano já registou picos de 30.000 pessoas.

Na primeira quinzena de agosto eram frequentes as concentrações de jovens no centro da cidade Vila Baleira, por vezes mais de 2.000, sobretudo entre a hora de encerramento dos estabelecimentos -- 00:00 -- e o recolher obrigatório -- 01:00.

De acordo com os dados mais recentes da Direção Regional da Saúde, o arquipélago da Madeira, com cerca de 251 mil habitantes, regista 364 casos ativos de covid-19, num total de 11.074 confirmados desde o início da pandemia e 75 mortos associados à doença.

A covid-19 provocou pelo menos 4.439.888 mortes em todo o mundo, entre mais de 212,4 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.658 pessoas e foram contabilizados 1.022.807 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Porto Santo Madeira covid-19
Ver comentários