Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Tecto cai e deixa 800 alunos sem aulas em Évora

Avaria de caldeira em piso superior provocou rutura e consequente inundação.
Hugo Rainho e Lusa 21 de Setembro de 2021 às 08:36
A carregar o vídeo ...
Tecto cai e deixa 800 alunos sem aulas em Évora
O tecto da Escola Secundária Severino de Faria, em Évora, caiu esta segunda-feira, no primeiro dia de aulas, devido a inundação provocada por uma avaria da caldeira colocada no piso superior. A escola encerrou e cerca de 800 estudantes ficaram sem aulas presenciais.

“Quando chegámos, os tectos falsos estavam caídos e espaços comuns, como refeitório, bar, papelaria, salas de aula e corredores, estavam inundados", disse o vice-presidente da Comissão Administrativa Provisória da escola. Os alunos não chegaram a entrar no estabelecimento de ensino e foram mandados para casa por não existirem “condições de segurança”, afirmou Joaquim Serra, destacando que alguns espaços ficaram inundados “de uma forma considerável”. O responsável ressalvou, contudo, que “não é nada de gravidade, não põe em risco o edifício, nem pôs em risco as pessoas”. Os danos não são visíveis do exterior.

O alerta para a inundação foi dado às 09h35, informou o Comando Distrital de Operações e Socorro de Évora. As operações de socorro mobilizaram os Bombeiros de Évora e a PSP. A direção da escola, que se reuniu ontem de emergência, está “a acionar os mecanismos para resolver o mais rapidamente possível a situação”.

O regresso às aulas vai ser virtual, com recurso a ensino à distância, a partir desta quinta-feira e durante 15 dias, adiantou a diretora da Comissão Administrativa Provisória da escola. Ana Pires frisou que “só assim é possível fazer reparações para o regresso em segurança”.
Ver comentários