Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Trabalhadores das rodoviárias privadas começam próxima semana em greve

Funcionários reivindicam melhores salários.
Lusa 17 de Setembro de 2021 às 18:27
Autocarro
Autocarro FOTO: Pedro Catarino
Os trabalhadores das empresas rodoviárias privadas vão estar em greve na segunda-feira, com outra paralisação já marcada para 01 de outubro, em protesto por melhores salários, numa iniciativa que abrangerá mais de 90 empresas em todo o país.

Em declarações à Lusa, José Manuel Oliveira, coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) explicou que este setor emprega mais de cinco mil trabalhadores e que a decisão de convocar a greve foi tomada depois de uma tentativa falhada de chegar a acordo com a Associação Nacional de Transportes de Passageiros (Antrop).

"Estas propostas que fizemos têm por base um acordo recente na TST [Transportes Sul do Tejo], não são uma novidade", destacou, acrescentando que a paralisação começa às 03h00 e prolonga-se até à mesma hora do dia 21. Na Rodoviária de Lisboa a greve incluirá também todo o dia 21 de setembro.

economia negócios e finanças transportes trabalho transporte rodoviário greve
Ver comentários