Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Vogal do Conselho Fiscal da TAP, Fátima Geada, renuncia cargo "por motivos pessoais"

Cargo abdicado já está ocupado.
Lusa 7 de Janeiro de 2022 às 22:15
Nuno Botelho alerta que os apoios estatais à TAP não protegem o turismo português.
Nuno Botelho alerta que os apoios estatais à TAP não protegem o turismo português.
A vogal do Conselho Fiscal da TAP Fátima Geada apresentou a sua renúncia ao cargo, com efeito a partir de 31 de dezembro de 2021, e a companhia terá de nomear uma mulher para a substituir, foi conhecido esta sexta-feira.

"Por carta dirigida ao Presidente do Conselho Fiscal da TAP, de 25 de novembro de 2021, a Dra. Maria de Fátima Castanheira Cortês Damásio Geada apresentou renúncia ao cargo de vogal do Conselho Fiscal da TAP, por motivos pessoais, a qual produziu efeitos a 31 de dezembro de 2021", pode ler-se num comunicado hoje enviado pela TAP à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

No comunicado, a companhia aérea liderada por Christine Ourmières-Widener refere que dada a "impossibilidade de realizar a sua substituição direta pelo membro suplente do Conselho Fiscal da TAP", devido às leis da paridade "terá de ser designado um novo membro feminino para o Conselho Fiscal da TAP".

Em causa está a lei 62/2017, de 01 de agosto, "que determina o regime da representação equilibrada entre mulheres e homens nos órgãos de administração e de fiscalização das entidades do setor público empresarial e das empresas cotadas em bolsa".

Segundo a companhia, a nomeação de uma mulher para o cargo "será objeto de informação ao mercado e ao público em geral assim que suceder".

Conselho Fiscal da TAP Fátima Geada economia negócios e finanças política grandes empresas
Ver comentários