Cabul Polónia Afeganistão questões sociais morte política refugiados autoridades locais