Barra Cofina

Correio da Manhã

Tecnologia
8

Coimbra: Universidade desenvolve robô médico

Investigadores da Universidade de Coimbra estão a desenvolver um robô que poderá estar apto, dentro de alguns anos, a realizar cirurgias minimamente invasivas nos hospitais, com grande inovação relativamente às soluções existentes.
15 de Setembro de 2008 às 15:15
Coimbra: Universidade desenvolve robô médico
Coimbra: Universidade desenvolve robô médico FOTO: d.r.

Rui Cortesão, coordenador do projecto, explica que o robô pesará apenas 27 quilogramas e dentro de um ou dois anos poderá ser usado em situações reais na tele-ecografia, sendo testado em cirurgias de cadáveres antes do contacto com humanos vivos.

 

O robô médico, designado de WAM, de acordo com o investigador, será indicado para cirurgias minimamente invasivas, ou seja, cirurgias que se realizam através de pequenos orifícios abertos no corpo humano, ou pelos orifícios naturais.

 

Uma nota do gabinete de imprensa da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), diz que o WAM é dotado de um coração com um software sofisticado composto por inúmeros algoritmos de controlo e diversos sensores, tem uma inteligência superior e de graus de liberdade extra que estão ao dispor do cirurgião, tendo ainda uma precisão intrínseca para garantir segurança. 

A investigação conta com o financiamento da Fundação para a Ciência da Tecnologia e envolve sete investigadores da FCTUC e numa fase mais avançada terá a colaboração dos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Ver comentários