Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

Ficção brasileira despede-se de Eva Wilma

Atriz de ‘Indomada’, ‘Sassaricando’ e ‘Rei do Gado’ morreu aos 87 anos vítima de cancro.
Vânia Nunes 17 de Maio de 2021 às 08:49
Eva Wilma
Eva Wilma ao lado de Eunice Muñoz
Eva Wilma
Eva Wilma ao lado de Eunice Muñoz
Eva Wilma
Eva Wilma ao lado de Eunice Muñoz
A atriz brasileira Eva Wilma morreu no sábado, aos 87 anos. A mítica vilã ‘Altiva’, da novela ‘Indomada’, da Globo, que foi transmitida em Portugal em 1997, encontrava-se internada desde 15 de abril num hospital de São Paulo devido a problemas renais e cardíacos. No entanto, no passado dia 7 foi-lhe diagnosticado cancro do ovário, acabando por não resistir às complicações da doença.

A notícia foi confirmada pelos assessores de imprensa da artista que brilhou em novelas de grande sucesso como ‘Guerra dos Sexos’, ‘Sassaricando’, ‘Pedra Sobre Pedra’, ‘Rei do Gado’ e ‘Mulheres de Areia’. “Vivinha, é assim (sorridente) que vamos lembrar-te. Obrigado pelos momentos maravilhosos que vivemos juntos e estarão eternamente em nossos corações”, escreveram na legenda de uma imagem onde surgem num momento de felicidade.

Com uma vasta carreira também no teatro, Eva Wilma chegou a trabalhar em Portugal com Eunice Muñoz na peça Madame, de Maria Velho da Costa, que esteve em exibição no D. Maria no ano 2000.

“Há 21 anos tivemos a oportunidade de nos encontrar em palco. Desde então ficou entre nós uma profunda amizade e admiração. Wilma era uma verdadeira mulher de teatro e vai deixar saudades”, escreveu Eunice Muñoz.

Eva conta com uma carreira de mais de seis décadas e as homenagens de colegas e admiradores multiplicam-se.
Eva Wilma Altiva Globo Portugal São Paulo Eunice Muñoz artes cultura e entretenimento teatro questões sociais
Ver comentários