Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

Luís Esparteiro causa polémica

Ator assumiu funções administrativas, sucedendo a Carlos Benito
13 de Maio de 2013 às 01:00
A escolha de Luís Esparteiro para dirigir a produtora da Media Capital gerou desagrado entre os trabalhadores
A escolha de Luís Esparteiro para dirigir a produtora da Media Capital gerou desagrado entre os trabalhadores FOTO: Pedro Garcia / TV Guia

Desde a saída de Carlos Benito, anunciada a 13 de março, que a Plural Entertainment, produtora da Media Capital responsável pelas novelas da TVI, está sem administrador-delegado.

No entanto, o CM sabe que o ator Luís Esparteiro, até aqui diretor de Conteúdos de Ficção, tem assumido as funções administrativas. Ainda assim, a sua escolha tem gerado controvérsia. Várias fontes da Plural ouvidas pelo CM, que pediram anonimato, falam em "perseguições pessoais", "medo instalado" e num clima "a ferro e fogo".

"Estão a desmantelar a empresa com despedimentos em vários setores, e o facto de haver pouco trabalho é mais um pretexto para que isso aconteça", revelam alguns funcionários da empresa.

Ao que o CM apurou, a intenção da produtora é chegar a acordo para a saída de mais de 50 funcionários, nomeadamente da área de produção técnica. Mas há, também, situações em que a Plural alega "extinção do posto de trabalho". Outra fonte diz que "profissionais de valor têm saído da produtora, nomeadamente para Angola, e a empresa não fez nada para o impedir".

O CM tentou falar com Luís Esparteiro, mas o ator não quis prestar declarações. Já a Media Capital recusa-se a fazer comentários por se tratar de "um assunto interno".

Recorde-se que, no início de fevereiro, a estrutura diretiva da produtora sofreu várias alterações, com a saída da administradora Maria Ana Borges de Sousa e a nomeação de Luís Esparteiro e Carlos Benito, que anunciou a sua demissão do cargo de administrador-delegado um mês depois.

LUÍS ESPARTEIRO ATOR PLURAL NOVELAS TVI POLÉMICA
Ver comentários