Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

Lusa garante que clientes "não foram afetados" pelo ciberataque

Agência de notícias foi alvo de ciberataque que visa "a instabilidade no serviço" ou até mesmo "indisponibilidade total".
Lusa 16 de Maio de 2022 às 18:08
Sede da agência Lusa
Sede da agência Lusa FOTO: Jorge Godinho
A Lusa foi alvo de ciberataque que visa "a instabilidade no serviço" ou até mesmo "indisponibilidade total", mas o presidente da agência de notícias garantiu esta segunda-feira que "até ao momento" os clientes "não foram afetados".

Num comunicado enviado aos trabalhadores, o presidente do Conselho de Administração, Joaquim Carreira, atualizou a situação do ciberataque de que a Lusa foi alvo na semana passada, mais concretamente na quinta-feira.

"Durante o fim de semana verificou-se uma diminuição do nível de ataques, considerando a sua frequência e dimensão", afirma Joaquim Carreira, que explica que "este tipo de ciberataque -- Distributed Denial of Service ( DDoS) -- caracteriza-se, de uma forma muito resumida, por criar uma saturação na resposta de servidores 'web', levando a instabilidade no serviço ou mesmo indisponibilidade total".

No entanto, "até ao momento, e de acordo com a informação recebida, os nossos clientes não foram afetados com indisponibilidade de serviço", asseverou o presidente do Conselho de Administração da Lusa.

"O facto de ter havido diminuição não significa que não existam futuros ataques, dado que o padrão dos mesmos é muito errático e imprevisível", alerta o gestor.

Assim, "iremos continuar a acompanhar, a monitorizar e a implementar soluções de mitigação, juntamente com os nossos parceiros tecnológicos", acrescenta o executivo.

No sábado, Joaquim Carreira tinha informado que a Lusa tinha sido alvo de um ataque informático nas últimas 48 horas, que estava a causar uma "continuada instabilidade do serviço" noticioso.

Na altura referiu que o incidente já tinha sido comunicado às autoridades competentes, lamentando "o transtorno causado" aos trabalhadores, clientes e utilizadores dos serviços da Lusa.

A Lusa é o mais recente alvo de um ciberataque em Portugal, num ano que tem sido marcado por ataques informáticos a várias empresas.

Joaquim Carreira economia negócios e finanças Informação sobre empresas
Ver comentários
}