Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Novela da CMTV 'Alguém Perdeu' estreia esta segunda-feira

Atores e equipa da novela da CMTV assistiram, este domingo, ao primeiro episódio.
João Bénard Garcia 18 de Março de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Atores e equipa da novela da CMTV assistiram, este domingo, ao primeiro episódio.
O elenco e toda a equipa de ‘Alguém Perdeu’ assistiu este domingo, em primeira mão, ao capítulo de estreia da novela que chega esta segunda-feira às 20h30 à antena da CMTV. Durante cerca de uma hora, os atores permaneceram colados às cadeiras do auditório do Centro Cultural de Cascais e só quebraram o silêncio no final do episódio, para fazer ecoar um forte aplauso.

"O resultado final é mais do que eu esperava", começa por dizer António Barreira, autor de ‘Alguém Perdeu’. "É uma novela intimista, em que ouvimos o bater do coração das personagens", acrescenta. Francisco Penim, diretor de programas da CMTV, acredita que vai ser "um sucesso". "Este é o regresso das novelas das 20h00, algo que não acontecia há 40 anos em Portugal. Vai ajudar-nos a fazer história", adianta.

Anabela Teixeira, uma das protagonistas da trama, não poupa elogios ao resultado final de semanas de gravações. "Adorei! Está espetacular. Estamos todos verdadeiros. A linguagem e a fotografia são muito cinematográficas. Tudo é intenso e nada vulgar", defende.

Já Mafalda Luís de Castro diz que o episódio "superou todas as expectativas", que, já por si, "eram bastante altas". "Gostei muito da energia da novela, que está equilibrada", acrescenta.

Uma das veteranas do elenco daquela que é a primeira aposta da CMTV na ficção nacional, Catarina Avelar, afirma estar "impressionada" com o primeiro capítulo. "Senti o equilíbrio. Senti o dramatismo, pois é uma história com muita força. Achei bastante bom e diferente. É um trabalho em que estamos todos empenhados", adianta.

José Martins fez questão de salientar o facto da produção da SP Televisão marcar a diferença. "A forma de contar a história tem aspetos invulgares na ficção nacional. Esta novela recupera um género esquecido, que é o melodrama", explica.

Saiba tudo sobre a telenovela da CMTV aqui.

Tragédia marca início da novela
Madalena, empresária rica e poderosa, sente-se culpada pela morte do único neto, ocorrida acidentalmente na piscina da casa de família quando o menino estava ao seu cuidado. A morte da criança faz com que Leonor, única filha de Madalena, entre numa espiral de destruição e loucura, pondo em risco a sua carreira, assim como o seu casamento com o ambicioso Bruno. A dor de Leonor é ainda maior pelo facto de não poder ter mais filhos.

Vendo a filha perder-se, e com o apoio do marido, Rodrigo, padrasto de Leonor, Madalena propõe à filha usar a sua barriga para que possa gerar outro filho. Mas esta gestação de substituição de mãe para filha, que tinha tudo para ser o maior ato de amor materno, acaba por se revelar de uma monstruosidade.

Ao longo de 200 episódios, numa história de emoções ao rubro, assinada por António Barreira, ‘Alguém Perdeu’ aborda temas fraturantes da sociedade, como a marginalidade, o consumo de drogas, a homossexualidade recalcada e a prostituição de luxo.
Ver comentários