Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Piratas informáticos usam nome da GNR para atacar

Em causa estão emails com falsas convocatórias para prestar informações sobre processos.
Sérgio A. Vitorino 6 de Outubro de 2022 às 12:29
GNR
GNR FOTO: CMTV

A GNR de Lisboa alertou esta quinta-feira para uma tentativa de phishing – roubo de dados através de via informática – em seu nome. Em causa estão emails com falsas convocatórias para prestar informações sobre processos, também falsos, de "pornografia infantil, pedofilia e tráfico sexual".

Nesses emails, os piratas informáticos, que se fazem passar por elementos da "Brigada de Proteção de Menores" da GNR de Mafra, mandatados por "Philippe Droz, diretor-geral da Polícia Judiciária, eleito para o posto da Europol", pedem às pessoas que "apresentem as suas justificações" por cometerem os alegados crimes. É indicado um endereço de email para resposta. Com este expediente, os piratas informáticos querem ter acesso aos dados dos cidadãos incautos que respondam ao email.

No seu alerta, a GNR descreve, que "estão a ser divulgados emails falsos em nome da GNR que, convocam os cidadãos para serem "ouvidos" por email, onde é pedido ao destinatário que carregue num link disponibilizado na mensagem, com o objetivo de roubo de dados pessoais".

"Não abra! São emails falsos, que devem ser de imediato apagados! Estes emails são tentativas fraudulentas de obter informações confidenciais", avisa a GNR.
"Em caso de dúvida contacte o Posto Territorial da sua área de residência pessoalmente ou através dos contactos em gnr.pt", acrescenta.

 

Ver comentários