Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

PSP apresenta queixa por cartoon polémico no Público

Ilustração de Nuno Saraiva mostra polícia em manifestação de extrema-direita.
Duarte Faria 16 de Agosto de 2020 às 09:06
Cartoon publicado na sexta-feira mostra polícia numa manifestação, com tocha na mão e máscara
Cartoon publicado na sexta-feira mostra polícia numa manifestação, com tocha na mão e máscara FOTO: Direitos Reservados
A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai apresentar uma queixa-crime contra o jornal ‘Público’. Em causa está um cartoon, da autoria de Nuno Saraiva, publicado no suplemento ‘Inimigo Público’, sobre a manifestação de extrema-direita que decorreu no passado fim de semana em frente à sede da associação SOS Racismo, em Lisboa. Uma das figuras que aparece no desenho - com tocha na mão e máscaras, tal como aconteceu na referida manifestação - é um polícia.

Para a força de segurança, este cartoon “associa a PSP a um qualquer movimento político-ideológico, afetando publicamente a isenção e apartidarismo que caracterizam a instituição”. A manifestação em frente ao SOS Racismo terá sido convocada pela Resistência Nacional, grupo que reúne antigos militantes da Nova Ordem Social, Partido Nacional Renovador e Portugal Hammer Skins.

“A PSP lamenta a leviandade com que o jornal e o cartoon em questão feriram a boa imagem da instituição e dos polícias que nela servem e protegem os nossos concidadãos”, acrescenta, em comunicado, a instituição. “Por considerar que os factos referidos ofendem a credibilidade, o prestígio e a confiança devidos, consubstanciando a prática de crime, serão os mesmos participados ao Ministério Público e exercido o direito de queixa pelo Diretor Nacional”.

Já o cartoonista Nuno Saraiva considera que “criminoso é acharem que isto é um crime, que um criativo, um jornalista, um opinion maker, um cartoonista não pode ter direito à sua liberdade de expressão”. E mostra-se preocupado com “o caminho que o país está a trilhar”. Já o jornal considera que “ir atrás dos cartoonistas é sintoma de qualquer coisa”.
Ver comentários