Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

"A macrobiótica é muito mais do que uma dieta"

Em "Tudo o que Comemos Conta", Geninha Horta Varatojo aprofunda a cozinha macrobiótica, que considera ser um verdadeiro estilo de vida.
Por Pureza Fleming/MÁXIMA 30 de Dezembro de 2020 às 10:13
Geninha Horta Varatojo
Geninha Horta Varatojo FOTO: D.R.

O que acontece na cozinha, não fica na cozinha — pelo menos quando o assunto é a dieta macrobiótica. Na realidade, no que respeita este tipo de alimentação, tudo aquilo que se ingere conta como motor impulsionador de tudo o resto que se passa nas outras áreas da vida. Dito por outras palavras, muito mais do que uma dieta, a macrobiótica é um estilo de vida. É a resposta a um corpo que, constantemente, procura o equilíbrio. Nome de referência desta cozinha, Geninha Horta Varatojo (na realidade, toda a família Varatojo) é, também, a diretora do Instituto Macrobiótico de Portugal e uma das principais professoras de macrobiótica do país. No seu livro recém publicado, Tudo o que Comemos Conta, a autora revela todas as ferramentas para quem se quer iniciar na cozinha macrobiótica, ou para quem já a conhece e só deseja aperfeiçoar a técnica. O livro reune mais de 100 receitas vegan e vegetarianas, para que não sobrem desculpas quando o assunto é "eu não sei cozinhar macrobiótica". Fomos investigar mais sobre este estilo de vida.

É importante que se entenda que, muito mais do que uma dieta, a macrobiótica é um estilo de vida que se adota. E que, começando a perceber como este funciona, em que o corpo (mente e espírito) são vistos como um só, faz todo o sentido que assim seja, certo?

Muito mais do que uma dieta, a macrobiótica, como referi no meu último livro Tudo o que Comemos Conta é muito mais do que uma dieta. É uma forma de vida, uma forma de ser e de estar no mundo, de interagir com harmonia e maior consciência com o nosso corpo, o nosso espírito e todo o meio ambiente que nos rodeia. E para isso precisamos de fazer escolhas diárias, quer a nível da alimentação quer a nível de atitudes, que visem beneficiar e proteger o nosso planeta e cada um de nós. Nós e o planeta somos um todo, não existe separação e está tudo interligado. Só funcionando desta forma podemos entender que não existe "dentro" e "fora" e que todos os fenómenos estão ligados e se completam.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Água com gás: saudável ou nem por isso?

Melhora a digestão, pode ajudar a perder peso, e é mais interessante do que a água pura do ponto de vista nutricional, dizem alguns especialistas. Mas nem todos têm a mesma opinião.