Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Trocaram o stress por uma vida zen

Não suportavam o que faziam e seguiram outro caminho. Quase todos ganham menos, mas dizem que são mais felizes.
Por Sónia Bento 27 de Novembro de 2019 às 07:00

Acordar de madrugada na China, apanhar um avião para Lisboa, comer um frango assado a correr, dormir num hotel – sem tempo de ir a casa – e apanhar outro avião para Nova Iorque na manhã seguinte. Está cansado só de ler? Sandra Correia também se fartou de viver entre aviões, conta a própria. E foi por isso que, em agosto de 2016, decidiu vender a empresa Pelcor para se tornar mentora espiritual. "Senti que já não tinha mais nada para dar à Pelcor e, como sou uma pessoa de missões, quis seguir o meu coração e ensinar as pessoas a serem mais felizes. Apercebi-me de que a maioria dos empresários eram muito stressados e que eu conseguia ter paz. No fundo, quis ajudar essas pessoas a diminuírem a sua ansiedade, a terem uma vida mais plena." Sandra conta que o "mentorismo" não nasceu de um dia para o outro – há 13 anos que pratica reiki e meditação, o que lhe permitiu manter o foco no trabalho.

Como empresária, a sua estratégia de marketing levou-a a tentar concretizar sonhos: em 2008, quando Madonna deu um concerto em Lisboa, fez-lhe chegar um saco de ginástica em cortiça, com um M desenhado. Ofereceu outra mala à cantora Pink e um guarda­-chuva e uma gravata ao Presidente Obama. "O meu objetivo era que tivessem contacto com a matéria-prima e com algo personalizado."

Depois de vender a Pelcor a angolanos, Sandra ficou um ano a descansar na sua terra, Vilamoura, no Algarve, e em 2018 mudou-se para Lisboa, onde vive com a sua cadela Corky. Registou a marca O Amor Existe e faz sessões de "mentoria" profissional sobretudo com empresários que, como diz, pretendem expandir os seus negócios e "não conseguem muitas vezes por bloqueios relacionados com a parte pessoal". Também faz iniciações de reiki e leituras de aura, que são as suas especialidades, e "mentoria pessoal", que é orientação de vida. Financeiramente, esta nova atividade não é tão rentável como a de empresária, mas não se arrepende: "Não ganho para luxos, mas não é isso que me motiva." O sonho de Sandra, de 47 anos, é ir viver para a Califórnia e diz ter a certeza de que o vai concretizar. "Percebo que possa ser estranho pensar assim, mas sei que estou em Lisboa de passagem. A minha cultura é muito americana, foi nos Estados Unidos que cresci espiritualmente." 

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

O verdadeiro peso da performance sexual numa relação

“Os homens focam-se na performance, sentem que têm de ser ótimos enquanto amantes e têm que dar prazer, e elas têm de ser sexy e sensuais” Marta Crawford, sexóloga, desmistifica as questões das “deusas” e “deuses” do amor.