Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Afinal, que máscaras são mais eficazes? Especialistas em desacordo

Máscaras cirúrgicas, comunitárias ou duplas? É uma questão que está a dividir a Europa. Serão as máscaras sociais suficientemente seguras? Mesmo à beira de um rutura de stock das máscaras cirúrgicas, Áustria, Alemanha e França proibiram-nas, mas a indústria têxtil portuguesa refuta esta tese. A DGS ainda não alterou as diretrizes.
Por Rita Silva Avelar 8 de Fevereiro de 2021 às 15:46
FOTO: Unsplash
É um tema que está a dividir os especialistas. Enquanto alguns defendem que as máscaras comunitárias certificadas (as ditas sociais) não são suficientemente seguras para evitar o risco de contágio (que com as novas estirpes, vê o seu grau de transmissibilidade aumentar), mas também há quem alegue que não devemos usar constantemente (e apenas) máscaras cirúrgicas, mas sim máscaras comunitárias certificadas para evitar rutura de stock, como mencionou o pneumologista Filipe Froes ao Jornal i, esta quinta-feira.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas