Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Covid-19 não é uma pandemia, mas uma "sindemia". Porquê?

Diretor do jornal médico The Lancet alerta para a conjugação entre a doença provocada pelo novo coronavírus e as doenças crónicas que atingem a população mundial, alimentadas pelas desigualdades.
24 de Outubro de 2020 às 19:10

As mortes provocadas pela pandemia de Covid-19 têm sido provocadas pela conjugação das taxas crescentes de doenças crónicas, doenças infecciosas persistentes e falhas de saúde pública, de acordo com um estudo global sobre saúde humana. 

O surgimento e sobreposição da pandemia de coronavírus com um crescimento global continuado de doenças crónicas, como obesidade e diabetes, com riscos ambientais adicionados como a poluição atmosférica, exacerbaram a mortalidade por Covid-19.

O estudo Global Burden of Disease (que significa fardo global de doença) é o mais completo, do seu género, relata a agência Reuters. Foi publicado no jornal médico The Lancet e analisou 286 causas de morte, 369 doenças e lesões e 87 fatores de risco em 204 países e territórios para lançar uma perspetiva acerca da saúde da população mundial e o impacto da Covid-19. "A Covid-19 é uma emergência aguda na doença crónica", considerou Richard Horton, diretor do The Lancet. Horton caracteriza mesmo a situação que vivemos como uma "sindemia", que resulta de uma sinergia entre a pandemia de coronavírus e as altas taxas mundiais de obesidade, diabetes e outras doenças crónicas. 

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Água com gás: saudável ou nem por isso?

Melhora a digestão, pode ajudar a perder peso, e é mais interessante do que a água pura do ponto de vista nutricional, dizem alguns especialistas. Mas nem todos têm a mesma opinião.