Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Tratamento do cancro da próstata permite cura em poucos minutos

Choques elétricos dizimam cancro com técnica minimamente invasiva, praticada em hospital do Porto.
Por Manuel Jorge Bento 8 de Dezembro de 2018 às 01:30
José Sanches de Magalhães, médico urologista
José Sanches de Magalhães, médico urologista
José Sanches de Magalhães, médico urologista
E se fosse possível deixar de ter cancro na próstata em 30 a 90 minutos, numa intervenção minimamente invasiva, e ter alta no dia seguinte? É o que permite a técnica de eletroporação irreversível. "Com base na fusão das imagens de ressonância magnética e ecografia, são introduzidas agulhas (elétrodos) através do períneo, entre o ânus e os testículos, e entre cada par de agulhas é gerado um campo elétrico de alta intensidade e curtíssima duração (microssegundos), que destrói apenas a membrana das células cancerígenas, induzindo a sua morte", explica José Sanches de Magalhães, urologista que realizou a 100ª intervenção em Portugal, no Hospital de Santa Maria, no Porto.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas