Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Cancro da mama: "Estava grávida de 12 semanas quando soube que tinha cancro"

Cátia tinha 32 anos e estava grávida pela primeira vez quando foi diagnosticada com um cancro agressivo. Fez quimioterapia durante a gravidez e foi mãe de um bebé saudável.
Por Susana Lúcio 30 de Outubro de 2019 às 11:17

Cerca de 10% das mulheres diagnosticadas com cancro da mama têm menos de 40 anos e há casos em que estão grávidas. Cátia, gestora de produto de informática, não fazia ideia que isso podia acontecer, nem sabia que poderia manter a gravidez enquanto combatia um cancro agressivo. Falámos com a mãe de 33 anos e com a médica que a acompanhou no tratamento, Ida Negreiros, cirurgiã e coordenadora da Unidade da Mama da CUF Lisboa. O hospital lançou o programa #1500Razões para estamos próximos que inclui encontros com médicos e doentes para dar relevo à doença.


"Estava grávida de 12 semanas quando soube que tinha cancro da mama. Eu e o meu marido tínhamos dado a notícia aos nossos pais no dia de Natal de 2017, mas tínhamos pedido segredo porque ainda era cedo para anunciá-lo a toda a família.

No dia seguinte fui fazer uma ecografia mamária. Era um exame de rotina que fazia todos os anos porque tinha quistos sebáceos. Nesse ano, em maio, tinham detetado um nódulo benigno que requeria vigilância e a minha médica achou melhor repetir o exame em dezembro, porque no final da gravidez os resultados estariam alterados.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Água com gás: saudável ou nem por isso?

Melhora a digestão, pode ajudar a perder peso, e é mais interessante do que a água pura do ponto de vista nutricional, dizem alguns especialistas. Mas nem todos têm a mesma opinião.