Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Crianças que deixam comida no prato e comem devagar têm melhor saúde cardiometabólica

Afinal os 'raspanetes' podem não ser justificados.
Por Lusa 3 de Julho de 2020 às 13:07
FOTO: Getty Images
Investigadores do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) concluíram, com base num estudo que envolveu quase 3.000 crianças, que as que deixam comida no prato e comem devagar têm melhor saúde cardiometabólica, revelou esta sexta-feira a responsável.

Em declarações à agência Lusa, Sarah Warkentin, primeira autora do estudo, publicado na revista Nutrition, Metabolism & Cardiovascular Diseases, explicou hoje que o propósito era avaliar o quanto os comportamentos alimentares das crianças aos 7 anos influenciavam o risco cardiometabólico aos 10 anos, isto é, o desenvolvimento de doenças como a obesidade, diabetes e hipertensão arterial.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas