Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Sabia que a retina pode facilitar o diagnóstico da doença de Alzheimer? Descubra como

Doença representa cerca de 60 a 70% dos casos de demência.
Por Lusa 13 de Janeiro de 2020 às 10:54
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Alzheimer
Um estudo desenvolvido por uma equipa multidisciplinar da Faculdade de Medicina de Coimbra demonstrou que a retina pode facilitar o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer, anunciou esta segunda-feira a Universidade de Coimbra (UC).

"A retina poderá funcionar como um biomarcador não invasivo relevante para o diagnóstico precoce da doença de Alzheimer", de acordo com um estudo inovador, afirma a UC, numa nota enviada esta segunda-feira à agência Lusa.

A Alzheimer é caracterizada pela "perda gradual e irreversível de determinadas funções cerebrais, como a memória, a atenção e a linguagem", representa cerca de 60 a 70% dos casos de demência, segundo a Organização Mundial de Saúde, e o seu diagnóstico "não é fácil de fazer", sublinha a UC.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Água com gás: saudável ou nem por isso?

Melhora a digestão, pode ajudar a perder peso, e é mais interessante do que a água pura do ponto de vista nutricional, dizem alguns especialistas. Mas nem todos têm a mesma opinião.