Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Rapidez no diagnóstico de Artrite Reumatóide evita deformações

Deteção da doença nos primeiros seis meses após o início dos sintomas permite proteger o doente da incapacidade.
Por Cláudia Machado 20 de Maio de 2018 às 09:04
Artrite reumatóide
Artrite reumatóide FOTO: iStockphoto
As estimativas da Associação Nacional de Doentes com Artrite Reumatoide (ANDAR) apontam para que existam cerca de 40 mil pessoas em Portugal diagnosticadas com esta doença inflamatória crónica, que afeta e deforma as articulações e pode levar à incapacidade. Mas, segundo vários estudos na área da reumatologia, o peso deste problema pode ser aliviado para os doentes através do diagnóstico precoce.

"Quando a pessoa recebe o diagnóstico, deve ser imediatamente referenciada para um especialista em reumatologia para começar a ser tratada o mais rapidamente possível", explica Arsisete Saraiva, presidente da ANDAR. Aproveitando esta ‘janela de oportunidade’ - diagnóstico feito nos primeiros seis meses após o início dos sintomas - é possível lutar contra e evitar "as deformações nas mãos e nos pés, as baixas por doença no trabalho e a reforma antecipada". "Pelo bem do doente e do Estado, todos poupam desta forma", destaca Arsisete Saraiva.

Os sintomas da artrite reumatoide passam pela dor e inflamação articular, à qual pode ser associada uma sensação de rigidez nos movimentos, sobretudo no período da manhã. A doença pode ainda manifestar-se através de febre e de redução da força aliada a um estado de cansaço.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas