Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Demora na ida para o hospital limita opções de tratamento do AVC

Aos primeiros sintomas, devem ser acionados os meios de emergência através do 112.
Por Cláudia Machado 29 de Outubro de 2017 às 08:48
Unidade de AVC do Hospital Garcia de Orta, em Almada, recebe dois a três doentes por dia através da Via Verde
Demora na ida para o hospital limita opções de tratamento
Unidade de AVC do Hospital Garcia de Orta, em Almada, recebe dois a três doentes por dia através da Via Verde
Demora na ida para o hospital limita opções de tratamento
Unidade de AVC do Hospital Garcia de Orta, em Almada, recebe dois a três doentes por dia através da Via Verde
Demora na ida para o hospital limita opções de tratamento
Chamam-lhes os ‘três F’: alteração da face, da força e da fala. Esta é a forma mais simples de decorar os sintomas do Acidente Vascular Cerebral (AVC) e, levantando-se a suspeita, há três números a marcar: 112. Através do número de emergência médica, os doentes são encaminhados para a Via Verde do AVC, criada para agilizar o tratamento destes casos.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas